Durante os procedimentos para correção das Deformidades Dentofaciais alguns procedimentos cirúrgicos coadjuvantes funcionais são indicados. Entre eles figuram a Septoplastia Parcial, Turbinectomia Inferior Bilateral, Uvulopalatofaringoplastia Modificada.

Septoplastia parcial

Esse é um procedimento cirúrgico executado durante uma cirurgia ortognática quando existe três situações distintas: 1) Necessidade de reposicionar a maxila superiormente, 2) Desvio do septo nasal, e 3) Presença de um esporão septal. Durante a septoplastia parcial a parte inferior é retirada para que o septo seja alinhado. Esse procedimento cirúrgico permite que o ar passe pelo nariz mais facilmente.

Turbinectomia inferior uni ou bilateral

A cirurgia denominada turbinectomia é empregada para remover um ou os dois cornetos nasais inferiores quando estão aumentados em tamanho. A presença de cornetos nasais muito grandes impedem que o paciente consiga respirar adequadamente pelo nariz.

Uvulopalatofaringoplastia

A uvulopalatofaringoplastia (UPFP) é um procedimento que remove o excesso de tecido na região posterior do palato mole e é executado para que o espaço aéreo na região nasofaríngea aumente. Esse procedimento realizado com técnica modificado pelo Dr. Larry M. Wolford, remove a úvula e suspende os pilares amigdalianos evitando que os problemas causados pela técnica tradicional com laserterapia ocorram. Uma das grandes vantagens desse procedimento é fazer com que o paciente deixe de roncar.

Dr. Éber Stevão

Texto escrito por Éber Stevão  CROPR 7861. Todos direitos autorais reservados.